Campanha Dezembro Vermelho busca conscientizar a população sobre a prevenção ao HIV, Aids e outras D


Aprovada pelo Senado e publicada no Diário Oficial da União no último mês, a Lei 13.504 institui a Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis. Intitulado como Dezembro Vermelho, a ação busca conscientizar os brasileiros sobre medidas para prevenir, oferecer assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV e as outras doenças. O mês foi escolhido devido ao Dia Mundial Contra a Aids, que é celebrado ao redor do mundo no dia 1º de dezembro.

A UNAIDS – programa das Nações Unidas criado em 1996 e que tem a função de criar soluções e ajudar nações no combate à AIDS – tem até 2020 uma meta ambiciosa que é a de alcançar a porcentagem de 90-90-90, qual seja:

1 – Até 2020, 90% de todas as pessoas vivendo com HIV saberão que têm o vírus;

2 – Até 2020, 90% de todas as pessoas com infecção pelo HIV diagnosticada receberão terapia antirretroviral ininterruptamente;

3 – Até 2020, 90% de todas as pessoas recebendo terapia antirretroviral terão supressão viral.

Segundo a médica Maria Inez Domingues Kuchiki, infectologista da clínica Cardio&Saúde, “Ações como esta visam alertar a população quanto à doença. Divulgar números mundiais, nacionais e locais, apontar alternativas de tratamentos e avanços e, principalmente, conscientizar a população quanto às medidas de prevenção são fundamentais”.

As ações do Dezembro Vermelho serão realizadas em parcerias entre o poder público, sociedade civil e órgãos internacionais, seguindo as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) para enfretamento da Aids e outras DSTs.

Posts Em Destaque