Evite a obesidade e previna-se contra o câncer de mama


Com o passar dos anos, a população está mais consciente sobre as maneiras de evitar o desenvolvimento de diversas doenças, entre elas o câncer que está muito relacionado com o estilo de vida que as pessoas adotam. Certos hábitos, como o alcoolismo, tabagismo, excesso de peso e sedentarismo, podem trazer grandes riscos à saúde além do câncer, como doenças crônicas e problemas cardíacos. A obesidade está entre os principais vilões na prevenção do câncer de mama. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que o excesso de peso é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso e mais de 700 milhões, obesos. Somente no Brasil os números apontam que 50% da população está acima do peso. Na região Sul o índice é de 56%. O crescimento de pessoas com sobrepeso tem sido gradual com o passar das décadas. Em 1975 eram 105 milhões para 641 milhões em 2014. O número é maior entre as mulheres, sendo que 23% (18 milhões) eram obesas em 2014 contra 17% (11,9 milhões) de homens.

Segundo o responsável pelo Serviço de Cardio-oncologia da clínica Cardio&Saúde, cardiologista Sanderson Cauduro, explica que a obesidade de maneira geral é uma grande preocupação, pois quando o indivíduo está com excesso de peso ele pode desenvolver inúmeras doenças, desde cardiopatias até o câncer. A mudança de padrão de vida, com a correria diária, fez com que boa parte da população abrisse mão de consumir produtos saudáveis e buscar por alimentos mais práticos, porém com poucos nutrientes, como os fast foods. Por essa razão, é fundamental que as pessoas criem a consciência da importância de manter hábitos saudáveis. “A prática de exercícios físicos regulares é um bom começo para buscar uma vida saudável, além de evitar o tabagismo, abuso do álcool e sedentarismo. A alimentação também deve ser alterada. Todas as mudanças devem ser acompanhadas por um especialista que irá orientar cada pessoal individualmente.”

Independentemente da idade, as mulheres obesas ficam mais vulneráveis para o surgimento de tumores de mama, e quando chegam próximo a menopausa os riscos aumentam, uma vez que as mulheres desse grupo têm um aumento nas chances de diagnóstico em relação ao câncer de mama devido à obesidade. Depois da menopausa, as mulheres consideradas obesas apresentam um risco 1,5 vezes maior em desenvolver o câncer de mama, quando comparadas com mulheres que estão no peso adequado.

Tenha uma vida mais saudável - Deixe de fumar; - Reduza o consumo do álcool; - Adote uma alimentação saudável; - Pratique exercícios físicos regulares.

Posts Em Destaque