© 2016 Cardio&Saude

Verdades e mitos sobre o check up cardiológico

August 20, 2016

 

1- Apenas remédios resolvem o tratamento de doenças como pressão alta e colesterol alto?

Cardiologista: Não, medicações adequadas são importantes, mas são apenas uma parte do tratamento de diabetes, pressão alta, obesidade e colesterol alto. Mudanças no estilo de vida ( exercícios, alimentação, controle do stress ) são igualmente importantes.

 

2- No meu trabalho, eu nunca fico parado. Isto já é considerado exercício físico ?

Cardiologista:Não, isto ajuda apenas no gasto de energia basal e manutenção do peso. Deve-se trabalhar com o metas de condicionamento físico baseado na freqüência cardíaca que varia de acordo com a idade. Neste caso, um teste ergométrico pode ajudar a conhecer melhor a sua fisiologia e verificar se você está em boas condições de saúde para pratica do exercício.

 

3- Eu só como saladas, frutas e mesmo assim estou acima do peso. Será que estou inchando ?

Cardiologista: Provavelmente não. Vegetais são importantes, mas a dieta deve ser balanceada. A sua alimentação deve ser fracionada e deve-se evitar jejuns maiores que 3 horas. A proposta de se alimentar a cada três horas é manter o metabolismo acelerado e evitar a compulsão, além de reduzir a ação do hormônio cortisol, que estimula o desejo por doces. Inchaço é diferente de obesidade e deve ser considerado como consequência de alguma doença.

 

4- "Eu fumo de brincadeira e às vezes nem trago, não é possível que isto faça mal".

Cardiologista: Faz mal. A simples exposição à fumaça do cigarro por alguns minutos provou que causa danos ao sistema cardiovascular. A fumaça que sai diretamente da brasa do cigarro apresenta maior concentração dos diferentes componentes tóxicos do que a fumaça que o próprio fumante inala, fazendo com que as pessoas ao redor inalem grande quantidade de toxinas. O risco de desenvolver câncer de pulmão é 30% mais elevado naqueles que convivem com fumantes comparados aos que vivem longe da fumaça do cigarro alheio. Em relação à morbidade (doença) e mortalidade por doença coronariana entre homens e mulheres, aumenta-se o risco em mais de 30%

 

5- "Toda a família da minha mãe é cardíaca, isto é, têm pressão alta. Isto aumenta meu risco de ter doença do coração?"

Cardiologista: Em termos. Quem tem pressão alta (ou hipertensão arterial ) não é necessariamente "cardíaco". Pressão alta é um fator de risco para infarto do miocárdio, derrame (AVC), insuficiência renal e outras doenças graves. Quando está acima de 130/85 mmHg ("13/8,5") já é considerada anormal. Vale lembrar que a hipertensão arterial é uma doença que depende da interação entre fatores adquiridos (sedentarismo, ingestão de sal, estresse, etc.) e fatores genéticos (polimorfismos do sistema renina-angiotensina, subunidade ß da glicoproteína G, etc.) Então, se você também tem pressão alta e não se trata, então terá risco de ter doenças cardiovasculares

 

6- "Meu vizinho sempre foi muito saudável, nunca precisou ir ao médico e morreu de repente. Como é que pode ?"

Cardiologista: Isto acontece com bastante freqüência. Isto A prevenção é sempre o melhor remédio. Todas as doenças, principalmente as doenças do coração podem ser prevenidas. Para isto, é necessário controlar o peso/obesidade, stress, pressão alta,diabetes, sedentarismo/falta de exercício. Check ups periódicos e consultas com seu cardiologista são a melhor maneira de se orientar para a prevenção.

 

7- "Eu consultei-me recentemente

com meu cardiologista. Ele pediu para que eu realizasse exames de sangue e um eletrocardiograma. Meu cunhado que tem 49 anos (10 a mais que eu) teve que fazer um teste ergométrico, um ecocardiograma com Doppler além do eletrocardiograma. Por que esta diferença ?".

Cardiologista: Todos estes procedimentos diagnósticos ( eletrocardiograma, teste ergométrico em esteira ou bicicleta, ecocardiograma com Doppler ) podem estar incluídos em um check up cardiovascular. A diferença é que eles deverão ser realizados dependendo do objetivo, presença de doença cardiovascular prévia, idade, etc. Igualmente importante é uma anamese (entrevista ) completa sobre condições de saúde, exame físico cardiovascular, aferição da pressão com equipamento adequado, medida de peso e altura e medida da circunferência abdominal.

 

8- "Eu já tive pressão alta, até parei de tomar medicação porque ela estava sempre normal..."

Cardiologista: Pressão alta na maior parte das vezes, não têm cura, apenas controle. O controle inclui dieta com pouco sal, exercícios físicos, perda de peso, controle do stress e uso de medicações. Adultos com pressão alta na maioria das vezes, não têm qualquer tipo de sintoma (70%). Hipertensos podem ter sintomas como dor de cabeça, dor na nuca ou tontura sem estar correlacionados com aumento de pressão.

 

9- "Meu diabetes deve estar controlado, pois eu não estou sentindo nada".

Cardiologista: Grande parte dos diabéticos não tem sintomas. Quando os sintomas estão presentes , são eles : aumento da sede, aumento do número de micções (principalmente à noite), dores em membros inferiores, infecções freqüentes, alteração visual (visão embaçada), dificuldade na cicatrização de feridas, formigamento nos pés e furunculose. Os diabéticos e os pré-diabéticos (aqueles que tem maior ricos de ter diabetes ), devem fazer exercícios, ter uma dieta balanceada, controlar o peso e usar medicações de acordo com orientação médica.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo