© 2016 Cardio&Saude

Especialidade de cardio-oncologia ajuda na prevenção de doenças do coração causadas por tratamento de câncer

August 20, 2016

 

A qualidade da sobrevida do paciente após o tratamento do câncer tem melhorado ao longo dos anos. Entretanto, alguns dos tratamentos utilizados, como quimioterapia e radioterapia, podem acarretar danos ao coração. A probabilidade é maior se o paciente tem riscos para doença cardíaca, como diabetes, hipertensão, colesterol aumentado, infarto prévio, dentre outros.

 

O objetivo da cardio-oncologia é ajudar no tratamento contra o câncer, usando tecnologia e conhecimento para identificar e tratar possíveis efeitos indesejáveis da quimio ou radioterapia, evitando alterar ou interromper o tratamento. O trabalho em conjunto com o oncologista visa otimizar o tratamento do câncer e proteger a saúde cardiovascular do paciente.

 

“É importante que o paciente ao iniciar o tratamento do câncer procure um médico especializado em cardio-oncologia para evitar futuras complicações decorrentes desse tratamento. Além disso, pacientes que fazem quimio ou radioterapia tendem a desenvolver sintomas como fraqueza ou fadiga, inchaço das pernas e pés, dor no peito, batimentos cardíacos irregulares e/ou tonturas. Não atribuir esses sintomas como efeitos colaterais normais é fundamental”, salienta, o médico Sanderson Cauduro, responsável pelo serviço de cardio-oncologia na clínica Cardio&Saúde, de Curitiba.

 

O alerta vale também a pacientes que já fizerem o tratamento do câncer e que podem desenvolver cardiotoxicidade (dano cardíaco) nos primeiros meses ou até mesmo vários anos após a terapia. “É preciso detectar e prevenir problemas relacionados ao tratamento do câncer, priorizando a qualidade de vida futura desse paciente”, diz o especialista.

 

EXAMES DE IMAGEM

O acompanhamento clínico especializado em cardio-oncologia é fundamental, pois permite encontrar e tratar variações cardíacas e vasculares no início, durante e pós-tratamento e conseguir os melhores resultados em longo prazo. “Os exames diagnósticos de imagem cardíaca, tradicionalmente utilizados em check-ups, como eletrocardiograma e ecocardiograma, permitem a detecção precoce de doenças do coração e dos vasos sanguíneos, bem como arritmias e demais danos causados devido ao tratamento. Alguns desses exames evoluíram de tal forma que permitem, em certos casos, a detecção de alterações cardíacas que ainda não são clinicamente visíveis, o que traz muitos benefícios ao paciente”, salienta.

 

De acordo com Sanderson Cauduro, cardiologista que trabalhou no desenvolvimento dessa técnica durante sua especialização na Mayo Clinic (EUA), "o ecocardiograma (ultrassom cardíaco) com strain miocárdico que atualmente é utilizado nos principais centros de cardio-oncologia dos Estados Unidos e da Europa é uma técnica que já faz parte da rotina médica da clínica”.

Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags